quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Happy New Year

Depois de três dias em Byron Bay seguimos para a terra do Luis, Coolangatta.
Esta é a primeira terra na costa de Queensland, e alberga das melhores ondas da Austrália.
Sendo que Queensland tem 1h de diferença de NSW, e estamos na terra limite, com um pé de cda lado, que fazemos?? Passamos só em Queensland? Em New South Wales? Ou duas vezes!?
Esta é a porta de casa do Luis... com Surfers Paradise ao longe, umas escadas a dar para a praia, e o cão claro!
O primeiro dia por cá, passámo-lo todo debaixo de água. Passo a explicar: Acordamos debaixo de uma chuva torrencial, e dirigimo-nos para Surfers Paradise, com o intúito de surfar num spot chamado The Spit. Entrámos, mas apesar de eu não ter adorado, o Luís e o Pedro ainda apanharam umas ondas.
Como a temperatura da àgua é quente, mesmo a chover entrámos só de fato-de-banho...


Depois de umas sandwich na Vozzie (campervan) seguímos para Snapper Rocks. SEMPRE DEBAIXO DE ÁGUA.
Aí sim divertímo-nos!
As ondas, apesar de não estarem com muita força, mantinham um meio metro consistente, com paredes infindáveis!Já na hora do tubarão aparecer, lusco-fusco, aproveitámos os saldos de uma loja de surf para comprar um kit style para o surf (lycras e calções) na tentativa de salvar a sensível pele do meu marido. À noite fizémos uma massa na nossa "mini-cozinha" e caímos redondos na "cama".

Dia 30, já a pensar nas perfeitas ondas de Snapper, fomos logo para lá mal acabamos as transformações e arrumações da carrinha, rituál aprefeiçoado todos os dias e que nos leva 20 min a realizar.As ondas não estavam como esperado, mas o Pedro teve um bónus inesperado: foi beijado... por uma bluebottle (alforreca pequena com um enorme tentáculo azul). O resultado foi o que se vê:
Sob recomendação da Robbyn ("Mãe" falsa do Luís), fomos ao Springbook National park, situado em Currumbin Valley, visitar umas cataratas. Mal lá chegámos, vímos uma série de placas de aviso:
1º - "Theives Operate in this area. Do not leave valuables in your car," (ficámos com medo que nos levassem o micro-ondas!!)
2º - Cuidádo com as carraças, mosquitos, e sanguessugas.
3º - "Using slides or diving into the water can result in serious injury or death. Spinal injuries stay with you for life"
Ora bem... pensámos logo em voltar para a praia enfrentar as bluebottles!A água é bastante mais fria que a do mar, mas eles aventuraram-se para dentro da catarata e adoraram.Ao fim da tarde, voltámos para Snapper para surfar. Desconfiamos que o Luís tenha sido mordido por uma carraça, porque só pensava em dormir! sendo assim, eu e o Pedro entrámos para um minúsculo meio-metro. Já ao lusco-fusco, depois de uma longa ondinha, recebemos uma informação que uma enorme mancha preta se andava a passear por perto. Depois do o Pedro confirmar com os próprios olhos: Ala que se faz tarde!! Mas afinal deviam ser só golfinhos... Who knows, não ficámos para ter a certeza!! No fim de contas, esperto foi o Luís!
Acabámos a noite a jantar no restaurante da Robbyn, a comer os tradicionais Fish and Chips de Barramundi.

O último dia do ano está a ser passado numa praia deserta ao pé de Kingscliff, na Tweed Coast. Já a meio caminho de Byrons onde vamos passar o ano.
Lá tomamos banho nos duches da praia... e seguimos viagem para o que será a nossa ultima noite do ano!
HAPPY NEW YEAR EVERYONE!!!!!
(não... não é photoshop. É no The Pass, ao escurecer, com a minha fabulosa máquina!)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Parabéns Ana!

video

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Feliz Natal!

Antes de mais nada, Feliz Natal a todos! (atrasados)... a explicação é a seguinte:
No dia 24, depois do almoço, pusemo-nos à estrada, na companhia do Diogo, a caminho de Byron Bay, 900kms de Sydney.
Escusado dizer que foi um saltinho! ou talvez não para o Pedro que foi a guiar o tempo todo haha
À 1h da manhã estávamos a buscar a Jesus que se juntou ao grupo por uns dias.
O dia 25 foi então passado debaixo de um calor abrasador em Tallows Beach.
As praias de areia branca e azul turquesa fazem toda a costa do norte de New South Wales.
Conseguimos neste dia de natal surfar um bocadinho, mar pequeno, mas o mais xitante foi ver todas aquelas blue bottles a nadar à nossa volta sem nos provocar qualquer medo (?!) cada vez que avistávamos alguma fugíamos delas a 7 pés!

À noite juntamo-nos a um grupo de amigos de Sydney para celebrar o natal. Eramos ao todo 8 na mesa do farto barbecue: Eu, Pedro, Diogo, Jesus, Luis PC (que veio da gold cost ter connosco), Dani e Ignacio (ESP) e por fim Johnatan (FR). O barbecue realizou-se na praia The Pass à luz do pôr-do-sol, com muita conversa e direito a troca de presentes. (Muito obrigado, adoramos tudo!)
Dia 26, boxing day voltamos a fazer exactamente o mesmo ritual do dia anterior... praia, surf, barbecue, mas com a diferença de que ao fim da tarde fomos ao farol e fazer jum treking até ao mar! houve quem visse tartarugas, tubarões, raias e golfinhos! Normalmente ainda se consegue ver baleias, mas não tivemos assim tanta sorte.. Dia igualmente inesquecível!Dia 27 a Jesus seguiu viagem e nós descemos até Lennox Head, para passar o dia que começou chuvoso, com grandes petiscadas e gargalhadas, e acabou preguiçoso ao sol de fim de tarde na praia.
Hoje, já sem o Diogo que aproveitou boleia dos "espanhois" até Sydney, optámos por um programa totalmente diferente.Acordamos num camping em Balina, onde acedemos por uma plataforma flutuante/Barco na noite anterior, por ser o único camping available no raio de 100kms. Indescritível. Basicamente uns pré fabricados no meio de um pântano com cheiro a lexivia. (continuamos com o cheiro entranhado...)
Após um banho de água infinitamente salobra na companhia de pequenas baratas e insectos seguimos á aventura pela península, em busca de qualquer coisa...
Surpreendentemente tropeçamos num spot de surf fantástico, só com meia dúzia de locals, com ondas de metrão bastante perfeito, à entrada de um rio. Local propício para a criação de largas famílias de tubarões. Lancei então os homens ao mar e fiquei a ler!Horas depois, de família são e salva na campervan seguimos para Island Quary à saida de Byron Bay.
Este lago era uma antiga pedreira rodeado por precipícios 270º, todos com alturas entre os 6 e os 24m.
O interessante deste lago de 30m de profundidade é o facto de se poder saltar de todos os lados em segurança, e de a temperatura da água estar nos seus 24º! Para um dia coberto como hoje esteve foi ouro sobre azul! ESPECTACULAR!Escusado será dizer que eles saltaram de 11m e depois de 15m, e eu apenas de 6m... ALGUÉM tinha de ficar a tirar fotografias! hahaha
Agora estamos a escrever-vos de Kirra, em Queensland, à porta de casa da família que acolhe o Luís e que nos ofereceu um incrível jantar! (têm um restaurante óptimo!).
De queensland conseguimos vislumbrar Snapper Rocks e a onda de Collangatta, abrindo o apetite para o dia de amanha!